Amor & Poesia

A poesia está no sangue e pulsa uma palavra avulsa, um coração apaixonado pulsa conforme a música.
-- Milla Carol.

enquanto a chuva cai
sobre as flores
do jardim
que não cultivei

rega também
a minha alma
e o meu amor

que está distante
mas pode sentir
gota por gota

sente também
o cheiro
de terra molhada


e sente então
a minha presença.

milla carol (via acervopoeticodalua)

Nem os remédios mais fortes
puderam me matar

acorda pregada
sob o teto
que agora desaba
nem a forca
nem os escombros
puderam me matar


nem o infarto literário
nem as veias entupidas de versos
nem o corte no peito, das palavras duras
ditas por quem mais amei
nem as descobertas mais amargas, de traição
puderam me matar

mesmo não me sentindo vivo
meu coração pulsa
e com liberdade respiro.

milla carol (via acervopoeticodalua)

o choro
liberta
a alma
das amarras
cotidianas

milla carol (via acervopoeticodalua)

sem
você
estou
só.

milla carol (via acervopoeticodalua)

naquele canteiro
cercado pela morte
pelos espinhos
onde não era mais possível
a vida
onde a agonia
tomou conta

os médicos
cientistas
diagnosticaram
sentenciaram a morte
e as cartomantes
nem as estrelas
não puderam prever

bem ali
o destino
se refez,
e o livro da vida
escreveu uma emenda
anunciando
no nascimento da esperança.

milla carol (via acervopoeticodalua)

num sorriso
milimetrado
me ganhou
somou
fez-se minha

e toda agonia
da minha alma
se desfez
e se refez
em amor.

milla carol (via acervopoeticodalua)

e ser inteiro
nesse abraço matinal
que me afaga
o corpo
e também a alma

ser por inteiro
nesse beijo
nesse cheiro
nesse aperto

de mãos
dissimuladas
essa hora da manhã

milla carol (via acervopoeticodalua)

Ás vezes parece que eu não estou me permitindo ser feliz, me empolgar, acreditar nas coisas boas, no amor… Assim, se a decepção vier de novo, não vai me quebrar tanto. E vivendo desse jeito, não sou nem feliz, nem triste.

milla carol (via acervopoeticodalua)

Como a maioria dos sofrimentos, esse começou com uma aparente felicidade.

A menina que roubava livros. (via auroriar)

tortura

na rápida passagem dos dias
meu coração pesa
e minha alma
consumida pelo medo
chora

nessa tortura de não poder
prever o futuro
fico encima do muro
e não sou por inteiro

milla carol (via acervopoeticodalua)

já que não posso prever o amanhã
espero o pior

e se for bom,
serei surpreendida
se não for,
já era de se esperar.

milla carol (via acervopoeticodalua)

1 2 3 4 5 Próxima